Pular para o conteúdo principal

DICA DO DIA

duvidas de português - mal ou mau

Significado MAU
A palavra mau é um adjetivo, ou seja, serve para caracterizar um substantivo. Mau significa algo que não é de boa qualidade ou que expressa maldade.
Dica: quando surgir a dúvida na escrita da palavra mau, basta lembrar que ela é o antônimo da palavra bom
Veja os exemplos:
“Ele é um um avó mau e explora seus netos e netas nos afazeres de casa.”
“É um mau percurso este que você pensa em seguir e podemos ficar em apuros se algo sair errado.”
“Seu modo de agir é mau e não há como sua família não demonstrar decepção.”
“Seja um bom filho e você verá como a sua vida irá prosperar em todos os sentidos.”
Como foi exemplificado, o adjetivo mau sempre vai se referir a alguma coisa ou a alguém, por isso ele deve variar em gênero e número, concordando com o substantivo a que se refere (mau/maus ou má/más).
“Os maus tempos começaram quando todos em Brasília decidiram não se importar com os interesses do povo.
A palavra mau concorda com “tempos”, por isso deve ficar no masculino e no plural.
“As más línguas querem destruir a reputação das pessoas por pura inveja.
A palavra mau concorda com “línguas”, por isso deve ficar no feminino e no plural.
Significado MAL
A palavra mal pode ter diversas funções numa frase. Como um substantivo, ela pode expressar uma calamidade, tormento ou uma doença:
“É preciso eliminar o mal em seu princípio, caso contrário ele irá comentar todos os corações bons.
“O mal de Alzheimer é um problema de saúde pública que acomete as sociedades mais envelhecidas”
“Ela não agiu por mal,  fez tudo com a melhor das intenções apesar da pouca experiência.”
Ela também é usada com muita frequência como um advérbio, isto é, dando um sentido complementar ao verbo ou a um adjetivo da frase. Diferentemente do adjetivo mau, o advérbio mal é invariável: não vai para o plural, nem muda para masculino ou feminino.
Dica: deve-se sempre lembrar que o advérbio mal  é o oposto do advérbio bem, por isso substitua um pelo outro quando estiver na dúvida na hora de escrever.
Veja os exemplos:
“Os alunos do Colégio Militar se esforçaram bastante, contudo foram mal na avaliação final.”
“Estudamos muito, inclusive nos reunimos em grupo várias vezes, mas não fomos muito bem no teste.”
“A empresa vendeu mui bem superando todas as expectativas de seus acionistas.”
“Ele disse que era um chefe de cozinha exemplar, mas a refeição que preparou ficou muito mal feita.”
“O projeto de cinema criado para o novo Shopping Rio Mar ficou muito bem feito.”
RESUMINDO: Antes de escrever mau ou mal, use os seus respectivos antônimos bom e bem na frase. Se a palavra bom for adequada, o adjetivo MAU deve ser usado. Agora se a palavra bem for a correta, use o advérbio MAL.
Veja outros exemplos mais usados com as palavras MAU e MAL:
“As crianças acordaram de mau humor hoje.” X “As crianças acordaram mal humoradas hoje.”
“Ele é um mau jogador.” X “Ele joga mal.”
“A garota tem uma  educação” X “A garota é mal educada.”
“Tivemos um mau entendimento.” X “Tivemos um mal entendido”

Promoção de livros

743355678ae871043d48337fc70c9a8a--romances-auto

Ebook Amazon

É muito amor envolvido – Quando nasce um romance – LIVRO – Röhrig

Se preferir uma edição impressa clique no logo da Agbook 
 

Ofertas:

Postagens mais visitadas deste blog

"Eu nunca o vi bêbado" - uma entrevista com o editor de Bukowski (RARIDADE)

John Martin foi o editor de Bukowski durante grande parte de sua carreira, e é por isso que você agora sabe quem é Buk e você o ama ou odeia. Foi o que ele nos contou sobre sua conta.





Bukowski e sua esposa Linda. Fotos via Getty Images

Seja qual for a sua opinião de Bukowski - que você acredita que um niilista talentoso que só pensou em beber e foder, a voz de uma geração, ou um pouco de ambos - é inegável que era uma figura fundamental na história literária de Los Angeles. Por esse motivo, quando faz alguns anos trabalhamos no número do programa (o tema de Hollywood), decidi entrar em contato com John Martin, o editor de Bukowski. No final, a entrevista não foi publicada e permaneceu no rascunho até alguns dias atrás, quando decidimos publicá-la.


Se existe uma pessoa viva que pode dizer que conheceu o verdadeiro Charles Bukowski, essa pessoa é Martin. Martin foi o editor de Bukowski durante grande parte de sua carreira, e é por isso que você agora sabe quem é Buk e você o ama ou odei…

Exclusive Stephen King Interview - Entrevista exclusiva de Stephen King

Stephen Edwin King (born September 21, 1947) is an American author of contemporary horror, suspense, science fiction and fantasy. His books have sold more than 350 million copies[2] and many of them have been adapted into feature films, television movies and comic books. King has published fifty novels, including seven under the pen name Richard Bachman, and five non-fiction books. He has written nearly two hundred short stories, most of which have been collected in nine collections of short fiction. Many of his stories are set in his home state of Maine. King has received Bram Stoker Awards, World Fantasy Awards, British Fantasy Society Awards, his novella The Way Station was a Nebula Award novelette nominee,[3] and his short story "The Man in the Black Suit" received the O. Henry Award. In 2003, the National Book Foundation awarded him the Medal for Distinguished Contribution to American Letters.[4] He has also received awards for his contribution to literature for his …

5 Poemas para uma madrugada insone

--------------------------------------------------------------------

-------------------------------------------------------------



----------------------------------------------------------------------------


Criar e imprimir cartão de visita e flyer